Sonetos

4.95

Categoria: Etiqueta:

Detalhes

Capa

Mole

Dimensões

140 x 210 mm

Edição

03-2020

Idioma

Português

Páginas

144

Sobre o Autor

Florbela Espanca

Florbela Espanca

Nasceu em Vila Viçosa, a 8 de dezembro de 1894. Assina o seu primeiro poema, intitulado A Vida e a Morte, apenas com sete anos de idade, quando é já notável o seu à vontade na abordagem destes temas. Aos catorze anos, após o falecimento da sua mãe, Florbela muda-se para junto do seu pai biológico, que só viria a reconhecer formalmente a filha após a sua morte. É criada em conjunto com o seu meio-irmão, Apeles, cuja morte inesperada em 1927 lhe traria um desgosto incomensurável, marcando o resto da sua vida. É frequentemente reconhecida como uma figura feminista, tendo sido a primeira mulher a frequentar o curso de Direito na Universidade de Lisboa. Foi casada três vezes, vivendo romances atribulados e ultrapassando a perda involuntária de dois filhos. A poetisa suicida-se no dia do seu aniversário em 1930.

Os versos de Florbela Espanca remetem aos grandes temas universais do Amor e da Dor, escritos dentro de um universo feminino e frágil, mas que ao mesmo tempo revelam o sofrimento e amargura que a poetisa tão bem conheceu durante a sua vida. São, no fundo, confissões que nos chegam das primeiras décadas do século XX, uma poesia que incita à reflexão por meio da mais pura expressão sentimental.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Sonetos”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

4 − 4 =