Portugal. Uma história de prodígios

18.00

Categorias: ,

Detalhes

Capa

Mole

Dimensões

140 x 210 mm

Edição

06-2020

Idioma

Português

Páginas

360

Sobre o Autor

Joaquim Fernandes

Joaquim Fernandes

Doutorou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, com uma tese sobre “O Imaginário Extraterrestre na Cultura Portuguesa – do fim da Modernidade até meados do século XIX”, a primeira da sua temática numa academia portuguesa e europeia e editada sob o título Moradas Celestes (Âncora Editora, 2014). Interessa-se particularmente pelos fenómenos da religiosidade popular e da espiritualidade, mitos e cosmologias, e o debate entre ciência e religião. Foi autor do guião e da apresentação do documentário As Faces de Fátima, produzido para o Canal História em 2017. Colaborou na organização da conferência Ciência e Consciência integrada no programa do “Porto 2001, Capital Europeia da Cultura” e, em 2008, publicou o seu primeiro romance histórico, O Cavaleiro da Ilha do Corvo. Criou vários guiões para séries de televisão, como Encontros Imediatos e A Noite do Fim do Mundo e o documentário As Faces de Fátima, para o Canal História em 2017. Entre as suas obras mais recentes figuram Portugal Insólito (2016) e Ficheiros Secretos à Portuguesa (2018). Em 2019 coeditou a antologia Fátima. Mais além da Fé (Book Cover Editora). Está biografado no Dicionário das Personalidades Portuenses (Porto Editora, 2001).

Neste arrolamento de factos e feitos excecionais, inventário do fantástico e do prodígio de teor religioso e profano, – e onde, por vezes, convivem ambas as facetas – o leitor encontrará aqui uma “outra face” da História pátria, da lusitana gesta, recheada de acontecimentos onde, muitas vezes, não é fácil descortinar a verdade e a lenda, a ficção e a realidade. Entre as margens do sonho e da vigília vive este compêndio de “estórias”, em parte ignoradas, indignas, por outra parte expulsas do rol das convenções, conveniências ou legitimidade histórica. Não estranhará o leitor que a repetição de uma letra – M – norteie todo este roteiro fantástico – Mito-Maravilha-Magia-Mistério – constroem, de facto, o tetraedro coerente e totalizante que preenche este nosso modo português, duplamente arcaico e contemporâneo de ser e de crer, bebido em fontes primordiais, muito anteriores ao Portugal do século XXI. É um pouco da identidade íntima deste povo mesclado, essencialmente emotivo, apaixonado e sentimental, que as páginas seguintes tentam traduzir. Numa espécie de visita ao “outro lado do espelho” da nossa História, pela mão de anónimas ou notórias Alices, convidamos o leitor a passar o umbral, a espreitar e a surpreender-se nesse “outro mundo”, sempre seguro pelo fio de Ariadne, entre o real e o imaginário…

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Portugal. Uma história de prodígios”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

10 + eight =