O corvo

Reconhecido como um dos mais brilhantes escritores da literatura norte-americana, Edgar Allan Poe criou um mundo fantástico, cheio de mistério e horror, que tem vindo a entusiasmar os leitores há gerações. Um homem, prestes a morrer de tuberculose, pede ao seu amigo que o hipnotize antes de que chegue a sua hora. Uma praga que matou metade da população obriga um príncipe a abrigar mil pessoas dos cavaleiros e da realeza num extenso castelo. Um prisioneiro tenta sobreviver numa câmara de tortura durante a Inquisição Espanhola, uma das inquisições mais mortíferas da história. São estes e outros contos de Edgar Allan Poe que exploram a culpa, a paranóia, as ilusões e as obsessões humanas, e compõem a presente seleção de histórias que irá proporcionar horas de prazer de leitura.

4.95

Detalhes

Capa

Mole

Dimensões

140 x 210 mm

Edição

05-2022

Idioma

Português

Páginas

88

Sobre o Autor

Edgar Allan Poe

Edgar Allan Poe nasceu a 19 de Janeiro de 1809, em Boston. Os seus pais, ambos atores profissionais, morreram antes de o poeta ter três anos de idade, e John e Frances Allan criaram-no como filho adotivo em Richmond, Virgínia. John Allan, um próspero exportador de tabaco, enviou Poe para os melhores internatos e, mais tarde, para a Universidade da Virgínia, onde Poe se destacou academicamente. Após menos de um ano de escola, porém, foi forçado
a abandonar a universidade quando Allan se recusou a pagar as dívidas de jogo de Poe. Poe voltou brevemente para Richmond, mas a sua relação com Allan deteriorou-se. Em 1827, mudou-se para Boston e alistou-se no Exército dos Estados Unidos da América. Publicou, nesse ano, a sua primeira coleção de poemas. Poe começou a vender contos a revistas por volta desta altura e, em 1835, tornou-se editor do Southern Literary Messenger em Richmond.
Durante os dez anos seguintes, Poe veio a editar uma série de revistas literárias. Foi durante estes anos que se estabeleceu como poeta, escritor de contos e editor.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “O corvo”

O seu endereço de email não será publicado.

five × 5 =