Menina e moça

Considerada a primeira novela pastoral da península ibérica, Menina e moça estende-se ao longo de um enredo composto por uma amálgama de romances de cavalaria, romances bucólicos e estórias românticas. A obra começa com um monólogo de uma menina refugiada na natureza, que nos traz memórias da sua juventude, angústias e tristezas, que projeta no cenário pastoral que a envolve. Ela conversa então com a Dona do Tempo Antigo, que lhe revela que só as mulheres são suscetíveis à tristeza e que, os homens, por sua vez, gozam de uma espécie de imunidade a esta emoção. Há, contudo, uma única exceção: os Dois Amigos, que servirão de protagonistas às narrativas que compõem o livro. Bernardim Ribeiro apresentou a Portugal muitos novos desenvolvimentos da literatura europeia do seu tempo: a novela sentimental, o bucolismo e várias referências aos escritores italianos renascentistas, esforços que se traduziram essencialmente na procura de um novo género de romance.

4.95

REF: 9789898898838 Categoria:

Detalhes

Capa

Mole

Dimensões

140 x 210 mm

Edição

05-2021

Idioma

Português

Páginas

80

Sobre o Autor

Bernardim Ribeiro

Terá nascido por volta do ano de 1482, em Alcácer do Sal. Pouco se tem ainda como certo sobre o seu percurso biográfico, mas é possível que tenha frequentado a Universidade de Lisboa entre 1507 e 1511, tendo vindo posteriormente a ser nomeado escrivão da Câmara em 1524. Viveu em Itália durante algum tempo, onde foi exposto a novas ideias literárias e chegou a fazer parte da Corte
de D. Manuel, ao lado dos poetas palacianos, ensejo que lhe terá proporcionado a oportunidade de desenvolver uma amizade com Sá de Miranda. A sua obra foi impressa integralmente e pela primeira vez em Ferrara, em 1554, incluindo, entre outros textos, a novela Menina e moça. Bernardim Ribeiro faleceu em outubro de 1552, em Lisboa.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Menina e moça”

O seu endereço de email não será publicado.

4 × five =