A minha mulher

Anton Tchékhov protagonizou profundas alterações nos géneros literários onde se destacou, através das suas representações impressionistas da vida e condição humana na Rússia de seu tempo. Os seus melhores contos são atualmente tidos em alta estima tanto por escritores e críticos de referência. Nas suas mãos encontrará A minha mulher, Um caso médico, O monge negro e A noiva, quatro das melhores histórias contadas por um dos melhores escritores de todos os tempos. Em A minha mulher, Tchékhov capta um momento da vida russa revelando as graves tensões e delicadas simplicidades que coexistem em harmonia. A relação em ruínas entre Pavel Andreitch, um aristocrata rico, e a sua esposa, que já não está apaixonada ou mesmo tolerante do seu marido, apesar de estar desamparadamente dependente do seu apoio financeiro, serve como pano de fundo aos camponeses famintos das classes baixas, iluminando a tensão perene entre um homem egoísta e uma mulher lutadora que se preocupa com algo mais do que ela própria.

4.95

REF: 9789898898937 Categorias: , Etiqueta:

Detalhes

Capa

Mole

Dimensões

140 x 210 mm

Edição

05-2021

Idioma

Português

Páginas

152

Sobre o Autor

Anton Tchékhov

Anton Tchékhov nasceu a 29 de janeiro de 1860, na Rússia. Não terá tido uma infância particularmente descomplicada, dados os problemas financeiros da família, cujos seis irmãos contavam apenas com a pequena mercearia do pai. Anton herdou o seu amor pela literatura da sua mãe, que partilhava o seu entusiasmo por livros e contos, lendo-lhos quando desde que ele era criança. Quando o negócio do seu pai falhou em 1875, a família mudou-se para Moscovo. Anton, por sua vez, ficou para trás de forma a continuar os seus estudos. Enquanto estudava, dedicou-se às mais variadas ocupações e trabalhos independentes, para ajudar o seu pai a sustentar a sua família. Anton reencontrou-se com a sua família após quatro anos e começou a escrever pequenos contos e peças de teatro para os jornais locais, de modo a complementar os seus rendimentos. Completou o curso de medicina em 1884 e, durante as duas décadas seguintes, dedica-se cada vez mais seriamente ao progresso da sua carreira como escritor, alcançando enorme sucesso, particularmente com as suas obras dramáticas. Tchékhov faleceu em 1904, vítima de tuberculose, hoje recordado como uma das principais figuras seminais do nascimento do modernismo no teatro.

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “A minha mulher”

O seu endereço de email não será publicado.

5 × five =